Tecnologia

F. C. Porto vende Estádio do Dragão no mundo digital

F. C. Porto vende Estádio do Dragão no mundo digital

Dragões são o primeiro clube europeu a aderir ao universo online em 3D. Parceria com a Upland

O F. C. Porto oficializou esta quarta-feira uma parceria com a Upland, uma plataforma que, em formato jogo, permite negociar no metaverso endereços espelhados do mundo real. De uma forma muito simples, a Upland é semelhante ao famoso jogo de tabuleiro Monopólio, mas no metaverso, um conceito de universo online 3D que combina diversos ambientes virtuais e que permite que os usuários trabalhem, se encontrem, joguem e socializem nesses ambientes. O metaverso permite uma espécie de "segunda vida" online, mas mapeada do mundo real, ou seja, uma versão virtual 3D do mundo onde todos vivemos.

Até por esse paralelismo ao mundo real, o metaverso ainda não existe totalmente, estando a ser criado a pouco e pouco. Contudo, algumas plataformas, como a Upland, vão oferecendo às pessoas a experiência mais próxima possível do metaverso. A primeira fase da implementação do F. C. Porto na Upland vai decorrer já esta época.

Para o estabelecimento do F. C. Porto, será criada a cidade do Porto no metaverso, bem como o Estádio do Dragão ou o aeroporto Francisco Sá Carneiro. Os utilizadores poderão adquirir propriedades no jogo que existem efetivamente no mundo real, utilizando para isso a tecnologia Blockchain, para garantir fiabilidade e transparência. Este sistema já é bem conhecido por quem está por dentro do universo das criptomoedas.

PUB

Estas são, de resto, a forma preferencial de negociação no metaverso. Serão criados NFTs próprios da Upland que podem ser adquiridos ou então conquistados através de mecânicas do jogo e que serão a "moeda" a utilizar na Upland, para negociar as propriedades.

"Estamos muito entusiasmados por acolher o F. C. Porto, a primeira equipa de futebol europeia a entrar no metaverso da Upland". Foi desta forma que Dirk Lueth, cofundador e CEO da Upland, deu as boas-vindas ao clube no metaverso. "O futebol é uma forma de vida. As pessoas comem, dormem e respiram a pensar em futebol. Para os portistas, levar essa paixão para o metaverso é uma oportunidade sem paralelo de aprofundar a ligação ao clube", acrescentou.

"Dizer que é mais um passo é curto. Este não é um passo qualquer. Sermos o primeiro clube de futebol europeu a estabelecer-se no metaverso, através da Upland, com a nossa cidade, estádio, jogadores e adeptos catapulta a nossa marca para um nível altíssimo neste âmbito. Estamos sempre atentos a novas oportunidades e o metaverso não nos pode passar ao lado. A prova de que não passa é esta aposta que fazemos", salientou Tiago Gouveia, diretor de marketing dos dragões.

"O crescimento internacional do F. C. Porto faz-se a vários níveis. Pensar no metaverso como o futuro começa a ser um erro. É o presente. Está aqui a bater-nos à porta e queremos estar do lado certo, como sempre. Esta aposta, até por sermos os primeiros, é entusiasmante e, acredito, vai trazer aos nossos adeptos oportunidades únicas de interação, criando, literalmente, um novo mundo recheado de portismo", referiu Pedro Albuquerque, diretor do International do F. C. Porto

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG