F. C. Porto

Fábio Silva: "Esteve aí gente importante a ver o jogo..."

Fábio Silva: "Esteve aí gente importante a ver o jogo..."

O avançado do F. C. Porto tem apenas 16 anos mas já é um caso sério no futebol nacional. Este ano, pelos sub-19 portistas, conquistou a Youth League e o campeonato nacional. Tudo indica que, agora, segue-se uma pré-temporada com a equipa principal, mas Fábio Silva não se deixa intimidar

"Próxima época? Estão a trabalhar nisso. As pessoas do clube estão a ver, ainda hoje [esta quarta-feira] esteve aí gente importante a ver o jogo. Acho que o meu trabalho tem sido regularmente valorizado. O importante é o que faço dentro do campo, tenho feito bem as coisas e as pessoas estão a ver o trabalho que eu faço", referiu Fábio Silva, ainda no calor da festa pela conquista do título de campeão nacional.

Na bancada estavam, de facto, os homens fortes do futebol portista, nomeadamente o presidente Pinto da Costa, o treinador Sérgio Conceição e o diretor geral Luís Gonçalves, além dos administradores Fernando Gomes e Reinaldo Teles.

Fábio Silva desta vez não marcou, mas assistiu para o segundo golo dos portistas na vitória sobre o Braga. Ainda assim, consumou o título de melhor marcador da prova a jogar, maioritariamente, com e contra jogadores ligeiramente mais velhos. "Tenho pessoas que me ajudam a trabalhar diariamente, tanto no clube como fora. Acho que a idade não é muito importante, mas quem joga bem e tem qualidade está sempre a jogar bem. Temos agora muitos exemplos a surgir, isso é benéfico para o futebol português. Estamos bem encaminhados", assegurou.

Sobre a dobradinha, campeonato e Youth League, Fábio Silva não tem dúvidas: "Foi uma época perfeita, com altos e baixos, mas acho que isso é benéfico, porque ajuda-nos a crescer e a tornar-nos mais fortes para as dificuldades que encontramos. A equipa está de parabéns, porque fez um esforço muito grande durante a época. Agora é desfrutar".

Por fim, o jovem goleador assegurou que a admiração que os adeptos portistas nutrem por ele "é uma pressão boa" e concluiu assim: "Agora é preparar a próxima época, seja onde for. Se Deus quiser vai correr bem".