Futebol

Fábio Veríssimo volta a testar positivo à covid-19

Fábio Veríssimo volta a testar positivo à covid-19

Num caso em tudo idêntico ao do guarda-redes do Famalicão, Rafael Defendi, também o árbitro Fábio Veríssimo voltou a testar positivo à covid-19, depois de ter sido dado como curado.

Seguindo as recomendações da Direção-Geral de Saúde (DGS), o Conselho de Arbitragem da Federação Portuguesa de Futebol (FPF) afastou o juiz da Associação de Futebol (AF) de Leiria do Famalicão-Braga, jogo para o qual estava nomeado e que será disputado na próxima sexta-feira. Para o seu lugar foi chamado Hugo Miguel, que inicialmente estava nomeado para VAR do V. Guimarães-Moreirense. Em substituição do juiz lisboeta, nas referidas funções, estará André Narciso, da AF Setúbal.

Voltando a Fábio Veríssimo, esse regressou aos treinos no início do mês e teve quatro testes negativos antes desta primeira nomeação. Cumprindo o protocolo da retoma das competições, esta quarta-feira fez novo teste e teve resultado positivo.

Como acontece desde que o campeonato voltou, os agentes de arbitragem, tal como o staff de apoio, estão a ser submetidos ao protocolo de testes definido pela DGS e têm acompanhamento clínico permanente da Unidade de Saúde e Performance da FPF.

O quadro de Veríssimo é idêntico ao de Defendi, na medida em que já esteve infetado, foi depois dado como curado e, mais tarde, voltou a testar positivo. O juiz, como o guarda-redes, não terá Covid-19, sendo que o teste positivo resulta do facto de manter resíduos virais.

A diretora da DGS, Graça Freitas, explicou, na altura, o caso do jogador do Famalicão: "Nesse caso concreto, tudo indica que ele não está infeccioso, mas, como sabem, há algum grau de incerteza. Pensamos que quem teve a doença, fez testes, teve alta e continuou a testar negativo não pode transmiti-la, mas o certo é que no último teste que fez deu positivo. Tivemos de ponderar perante a incerteza científica".

Fábio Veríssimo ficará agora em quarentena até voltar a testar negativo.

Outras Notícias