Desporto

Falcao diz que passou os melhores anos da carreira no Atlético de Madrid

Falcao diz que passou os melhores anos da carreira no Atlético de Madrid

O avançado colombiano Radamel Falcao, que assinou contrato com o AS Mónaco para os próximos cinco anos, disse, este sábado, que passou "as duas melhores épocas da sua carreira" no Atlético de Madrid, da primeira divisão espanhola de futebol.

"Aquilo que conseguimos nestas duas temporadas foi um sonho, para mim, inesquecível e creio que foram as duas melhores épocas da minha carreira", afirmou Falcao em entrevista publicada no sítio oficial do Atlético de Madrid na Internet.

Proveniente do F.C. Porto, com o qual se sagrou bicampeão nacional (2009/10 e 2010/11) e conquistou a Liga Europa (2010/11), o "Tigre" chegou a Madrid em 2011 e alcançou três títulos: de novo a Liga Europa (2011/12), a Supertaça Europeia (2012/13) e a Taça do Rei já está época, em final com o Real Madrid.

" O primeiro título, que foi a final de Bucareste, qualifico-o como um desafio de repetir um título conquistado na época anterior. Foi um desafio para mostrar a mim próprio que a ambição estava intacta (...), que podia voltar a ser o melhor marcador da competição", afirmou Falcao, que foi mesmo o "artilheiro" da prova, com 12 tentos, incluindo dois na final frente ao Athletic de Bilbau (3-0).

Terceiro melhor marcador do campeonato espanhol que hoje termina, com 28 golos, somente atrás de Messi e Cristiano Ronaldo, o ponta-de-lança sul-americano foi o autor do golo da vitória do FC Porto sobre o Sporting de Braga (1-0) na final da Liga Europa de 2011, em Dublin, terminando a prova com 17 golos, um recorde em competições europeias.

Considerando que o triunfo na Supertaça Europeia frente ao Chelsea, em que fez um "hat-trick", foi um "combate de David contra Golias", Falcao realçou depois do triunfo deste ano na Taça do Rei frente ao Real Madrid, após 14 anos sem ganhar ao rival madrileno.

"Tínhamos a grande oportunidade de mudar essa história, além do mais de ganhar um título no seu estádio. É algo que nenhum atlético vai esquecer, vai passar de geração para geração", afirmou.

Falcao, que não participa hoje no último jogo dos "colchoneros" no campeonato, em Saragoça, transferiu-se por 60 milhões de euros para o Mónaco, tornando-se o primeiro jogador com duas transações de pelo menos 40 milhões, valor da sua passagem do FC Porto para o Atlético de Madrid.

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG