Acidente

Família de Emiliano Sala agradece apoio e diz que vai "começar o luto"

Família de Emiliano Sala agradece apoio e diz que vai "começar o luto"

A família de Emiliano Sala pode "começar o luto" pela morte do futebolista argentino, cujo corpo foi encontrado nos destroços do avião em que seguia, num dia em que o mundo do futebol se despediu do avançado.

"Queremos agradecer todos os sinais de afeto e apoio naquele que é o momento mais doloroso das nossas vidas. Ver o mundo a mobilizar-se para nos acompanhar durante as buscas tem sido uma ajuda incalculável, e é graças a todos que podemos começar o luto do nosso filho e irmão", pode ler-se na declaração da família.

O corpo resgatado na quarta-feira do avião que caiu em 21 de janeiro no Canal da Mancha foi identificado como sendo do avançado de 28 anos, que seguia de Nantes para Cardiff, onde o atleta era esperado para treinar no novo clube.

A confirmação despoletou uma série de reações do mundo do futebol, sendo que a Liga francesa instituiu uma ovação de um minuto para os jogos deste fim de semana, com o Nantes a retirar a camisola "9", que o argentino utilizava no clube.

Miguel Cardoso, atual técnico do Celta de Vigo e antigo treinador dos franceses, lembrou o argentino, assim como a Associação de Futebol Argentino, que manifestou "profunda dor", ou o 'astro' Diego Armando Maradona, que disse ter guardado "uma luz de esperança" pelo avançado.

Na Argentina, o presidente Mauricio Macri, que mencionou uma "notícia dolorosa" e o "momento duro" da família, e vários clubes prestaram-lhe homenagem, sendo que o San Martín de Progreso, onde fez a formação, pretende renomear o campo para Estádio Emiliano Sala.

PUB

Em Portugal, o argentino Marcos Acuña, do Sporting, lembrou o jogador pela rede social Twitter, assim como o F. C. Porto e o Benfica, que enviaram "condolências" à família.

"A Liga Portugal lamenta profundamente o falecimento de Emiliano Sala. Enviamos, a toda a família, as mais sentidas condolências", pode ler-se na conta do Twitter da Liga Portuguesa de Futebol Profissional (LPFP).

Também o jogador do PAOK Sérgio Oliveira, que jogou com Sala no Nantes, lembrou o "grande jogador" mas também a "grande humildade e generosidade". "Que grande homem foste. Um abraço grande, até sempre", escreveu no Instagram.

O avião desapareceu dos radares em 21 de janeiro, pelas 20:00, com o futebolista e o piloto David Ibbotson, de 59 anos, a bordo, seguindo-se uma busca de vários dias até que esta semana foram localizados os destroços da aeronave, por uma equipa de busca privada comandada pela família Sala.

O avião foi encontrado no Canal da Mancha a cerca de 20 quilómetros a norte de Guernsey, perto da zona da sua última transmissão.

Sala, que havia assinado por três anos e meio, foi a maior transferência já feita pelo clube galês, que atualmente luta para se manter na "Premier League", a divisão maior em Inglaterra.

O argentino iniciou a carreira nos portugueses do FC Crato e representou também o Bordéus, o Orleáns, o Chamois Niortais e o Caen. O atleta tinha sido treinado por Sérgio Conceição, atual técnico do F. C. Porto, no Nantes, no qual foi companheiro de Sérgio Oliveira, na altura emprestado pelos "dragões".

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG