Futebol

F.C. Porto confirma princípio de acordo para contratação de Mangala e Defour

F.C. Porto confirma princípio de acordo para contratação de Mangala e Defour

A SAD do F.C. Porto anunciou esta segunda-feira ter um princípio de acordo com o Standard de Liège, da Bélgica, para a transferência dos futebolistas Mangala e Defour, remetendo informações sobre valores e vínculos para depois da conclusão das negociações.

Os comunicados à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM) surge depois de o Standard de Liège ter dado conta esta segunda-feira, em conferência de imprensa, a saída do médio belga Defour e do defesa central francês Mangala para o clube campeão português e detentor da Liga Europa.

O director do clube belga Pierre François afirmou que as propostas apresentadas pelo FC Porto eram "irrecusáveis" e revelou que o valor do negócio "pode chegar aos 13 milhões de euros".

"Não queríamos deixá-los sair, resistimos ao máximo, mas não podíamos recusar a oferta do F.C. Porto", confessou Pierre François, informando que o acordo entre os dois clubes se concretizou "domingo à meia-noite".

O número avançado pelo responsável do Standard está em conformidade com os que têm sido divulgados pela imprensa belga, segundo a qual o FC Porto irá pagar uma verba de seis milhões por Défour e sete milhões por Mangala.

No caso do internacional belga, 20 por cento dos seis milhões de euros serão canalizadados para o Genk, anterior clube de Défour, tal como foi confirmado pelo próprio Pierre François, que revelou ainda uma promessa antiga feita ao jogador por parte do Standard de Liége no sentido de o deixar sair mediante uma proposta de um clube estrangeiro de nomeada.

A conferência de imprensa promovida esta segunda-feira pelo Standard de Liége visou acalmar a massa adepta do clube, que já viu sair Witsel para o Benfica e agora Mangala e Défour para o FC Porto, sem que, em contrapartida, se registem entradas de reforços, a não ser de alguns jogadores de escalões inferiores.

Outras Notícias