Futebol

F.C. Porto critica calendário das seleções e fala em "falta de noção"

F.C. Porto critica calendário das seleções e fala em "falta de noção"

O F.C. Porto deixou algumas críticas à gestão do calendário desportivo das seleções nacionais, bem como a uma opção tomada por Fernando Santos, na newsletter "Dragões Diário".

Os dragões começam por criticar a densidade competitiva que a pausa para as responsabilidades internacionais causa, referindo que é "absurda", tendo em conta os vários minutos que os atletas jogam no espaço de uma semana. "Mais incompreensível ainda, é regressarem aos clubes a menos de 48 horas de terem compromissos importantes pelos mesmos", pode ler-se na "Dragões Diário", newsletter do clube.

A formação azul e branca refere que a gestão deste calendário desportivo "é de uma falta de noção gritante de quem gere o futebol e de uma falta de respeito imensa para quem paga o salário mensalmente aos atletas".

Para além da crítica à organização destes jogos internacionais, os "dragões" também abordam o facto de Diogo Costa, guarda-redes portista, não ter tido nenhum minuto de competição na sua primeira convocatória.

"Que sentido faz que um jogador de 21 anos seja convocado para a seleção nacional pela primeira vez, sujeito a viagens longas e desgastantes e não seja utilizado um único minuto em três jogos, um deles particular e o outro mais do que resolvido a meio da segunda parte? O azar dele terá sido o colega da mesma posição não ter visto um amarelo para ser substituído?", escreveu o clube.

Relativamente ao encontro de sábado frente ao Sporting, em Alvalade, o F.C. Porto referiu que "não irá comercializar bilhetes". "Estes ingressos poderão ser adquiridos, exclusivamente, na plataforma online disponibilizada pelo Sporting, e em relação à qual o F.C. Porto é completamente alheio", acrescentou.

PUB

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG