Mundial

Federação nega ameaça de Cristiano Ronaldo de deixar a seleção

Federação nega ameaça de Cristiano Ronaldo de deixar a seleção

A Federação Portuguesa de Futebol garantiu, nesta quinta-feira, que Cristiano Ronaldo não quis deixar a seleção nacional após saber que não seria titular frente à Suíça. Na manhã de hoje, surgiram notícias que indicavam o contrário.

"Uma notícia divulgada esta quinta-feira dá conta que Cristiano Ronaldo ameaçou deixar a seleção durante uma conversa com Fernando Santos, selecionador nacional. A FPF esclarece que em momento algum o capitão da seleção nacional, Cristiano Ronaldo, ameaçou deixar a equipa nacional durante o estágio no Qatar", esclarece comunicado divulgado pela Federação, esta quinta-feira, que responde a informações veiculadas por alguma imprensa sobre uma suposta intenção do craque português de sair da seleção.

A nota exalta ainda que "Cristiano Ronaldo constrói a cada dia um historial ímpar ao serviço da equipa nacional e do país que tem de ser respeitado e que atesta o inquestionável grau de compromisso com a seleção".

"Aliás, o grau de entrega do jogador mais vezes internacional por Portugal ficou novamente demonstrado - se necessário fosse - na vitória frente à Suíça, nos oitavos de final do Mundial 2022", pode ler-se.

PUB

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG