Futebol

Félix marca mas não evita quarta derrota seguida dos colchoneros

Félix marca mas não evita quarta derrota seguida dos colchoneros

O Atlético de Madrid continua a afundar-se na Liga espanhola, ao sofrer, esta quarta-feira, a quarta derrota consecutiva, por 2-1 em Granada, que torna praticamente uma miragem a renovação do título de campeão.

Em Granada, em jogo em atraso da nona jornada, a equipa de Diego Simeone, que na quinta-feira completa 10 anos como treinador dos colchoneros, até começou na frente, com golo de João Félix, contudo permitiu a reviravolta e assim ficou em quinto lugar, a 14 pontos do líder e eterno rival, o Real Madrid.

João Félix foi o mais inconformado dos visitantes e inaugurou o marcador logo aos dois minutos, conquistando a bola no meio-campo ofensivo e galgando muitos metros, antes de tirar um defesa do caminho e rematar cruzado, sem hipóteses para o compatriota Luís Maximiano.

O avançado venezuelano Darwin Machís, aos 17, não quis ficar atrás e, também em contra-ataque, fletiu da esquerda para o centro e aproveitou alguma passividade da defesa contrária para disparar forte, em golo de belo efeito.

Na etapa complementar, Félix ainda acertou no poste, enquanto o Granada foi mais eficaz, com Jorge Molina, aos 61, a fazer o seu sétimo golo no campeonato.

Javier Suárez cruzou na direita e Molina desviou na antecipação ao choque com Oblak - o videoárbitro analisou o lance, não se verificando fora-de-jogo.

Depois de permitir a reviravolta, o Atlético de Madrid tentou resgatar pontos, teve mais posse de bola, não necessariamente com perigo, excetuando uma situação em que, aos 82, Correa, sozinho, falhou a emenda na área, sete minutos antes de Matheus Cunha (89) recarregar ao lado, depois de defesa incompleta de Luís Maximiliano.

PUB

Cumpridas 18 jornadas, o Real Madrid comanda com 43 pontos, mais cinco do que o Sevilha, com 38, enquanto o Bétis é terceiro, com 33.

O Rayo Vallecano é quarto com 30, o Atlético de Madrid quinto com os mesmos 29 pontos da Real Sociedad, mais um do que o FC Barcelona, igualmente com uma época para esquecer.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG