Futebol

Fernando Santos: "Árbitro pediu-me desculpa. Bola entrou meio metro na baliza"

Fernando Santos: "Árbitro pediu-me desculpa. Bola entrou meio metro na baliza"

O selecionador nacional destacou, este sábado, que o golo de Cristiano Ronaldo no jogo diante da Sérvia devia ter sido validado e que "não há explicação" para o empate de Portugal em Belgrado.

"Não tenho explicação. Estávamos preparados para o que a equipa da Sérvia poderia fazer. Tinha dito aos jogadores que a Sérvia poderia entrar de uma forma no jogo e que poderia alterar ao intervalo. Sofremos um golo nos primeiros minutos da segunda parte, a Sérvia cresceu, tivemos um período em que não estivemos ao nível da primeira e eles fizeram o segundo golo. Depois do segundo golo, voltámos a controlar o jogo e tivemos um golo que não valeu", começou por dizer Fernando Santos, vincando que o remate de Cristiano Ronaldo devia ter sido validado.

"A bola estava mais de meio metro dentro da baliza. Isso não elimina o que não fizemos tão bem ou o que poderíamos ter feito melhor. Mas, ter uma bola que entra meio metro dentro da baliza e não conta, isso não é possível em futebol", disse, retomando o comentário ao jogo.

"A estratégia correu na perfeição, como se viu. O Jota fez dois golos, queríamos aproveitar o ataque dele à profundidade. Mas, não contávamos sofrer um golo logo no início da segunda parte. O Luxemburgo acabou de ganhar na Irlanda, portanto o jogo no Luxemburgo [na terça-feira] é muito importante para nós. Temos ganhar. Dependemos só de nós".

Na conferência de imprensa, o selecionador nacional revelou uma conversa que teve com o árbitro do encontro, garantindo que Danny Makkelie pediu desculpa pelo golo não validado a Ronaldo.

""O árbitro acabou de me pedir desculpa. É a segunda vez. É a segunda vez que num apuramento me pedem desculpa depois do jogo. Não é possível que numa competição deste calibre, em que estamos a jogar para um Campeonato do Mundo, que não haja VAR ou linha de baliza. Aliás, foi uma das coisas que ele me disse lá no campo, que não havia tecnologia de linha de golo e, portanto, era importante que houvesse. Depois acabou por me pedir desculpa, mas isso não vai resolver o problema, vamos empatar na mesma. Portanto, há que pensar, tenho que dizer, há que repensar este tipo de atrações. Os árbitros são humanos, erram, mas por isso é que há o VAR e a tecnologia da baliza para que isto não possa acontecer", concluiu.

PUB

A seleção nacional desperdiçou, este sábado, uma vantagem de dois golos e empatou (2-2) com a Sérvia no segundo jogo da fase de grupos de qualificação para o Mundial 2022. Cristiano Ronaldo marcou no último minuto do encontro mas golo não foi validado.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG