Desporto

Fernando Santos elogia "proeza histórica" do futebol feminino

Fernando Santos elogia "proeza histórica" do futebol feminino

O selecionador de futebol de Portugal, Fernando Santos, enalteceu hoje o apuramento inédito da seleção feminina para o Campeonato da Europa de 2017, que se irá disputar na Holanda.

Em declarações prestadas antes de um almoço na Associação Cristã de Empresários e Gestores (ACEGE), em Lisboa, o treinador campeão europeu garantiu já ter dado os parabéns à equipa e antecipou um "futuro risonho" para o futebol feminino português.

"Foi muito importante para o crescimento do futebol feminino em Portugal. Estão de parabéns e já tive oportunidade de os dar à coordenadora Mónica Jorge. Todos nós sentimos este apuramento, porque é um feito único no futebol português. Parabéns a elas e o futebol feminino em Portugal tem um futuro risonho", declarou.

Fernando Santos destacou ainda o sucesso alcançado pelo futebol português em 2016 ao nível dos diversos escalões e as "grandes alegrias" proporcionadas aos adeptos.

"O futebol português só tem de estar satisfeito com aquilo que tem acontecido ao nível da modalidade, com o acrescento do futebol feminino que conseguiu esta proeza histórica", frisou.

As recentes nomeações de Cristiano Ronaldo, Pepe e Rui Patrício para a lista de 30 finalistas ao prémio Bola de Ouro da France Football foram igualmente elogiadas pelo selecionador nacional, que sublinhou não ter ficado surpreendido com a inclusão do nome do guarda-redes português.

"Não sei se Rui Patrício é o menos esperado, porque foi considerado o melhor guarda-redes do Campeonato da Europa. É um sinónimo do trabalho que têm realizado ao longo das suas carreiras nos seus clubes e também como culminar ao nível da seleção nacional. Estão três e podiam ainda estar mais alguns, mas é bom para o futebol português", acrescentou, desvalorizando a sua nomeação para Treinador do Ano.

Paralelamente, Fernando Santos felicitou também Renato Sanches por ter sido o primeiro jovem futebolista português a ganhar o 'Golden Boy', o galardão atribuído pelo jornal italiano Tuttosport para o melhor jogador sub-21 a atuar na Europa.

"É sempre bom. Tudo o que é prémios e envolve jovens e não jovens do futebol português só pode ser bom", concluiu.

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG