O Jogo ao Vivo

Liga das Nações

Fernando Santos: "O primeiro jogo na Seleção fez-me muita confusão"

Fernando Santos: "O primeiro jogo na Seleção fez-me muita confusão"

O selecionador nacional está prestes a chegar aos 100 golos ao comando de Portugal mas preferiu não dar grande relevância à marca. Quanto a Cristiano Ronaldo, Fernando Santos considera que "dificilmente alguém o vai substituir".

Portugal defronta, esta quinta-feira, a República Checa para a Liga das Nações, um jogo especial para Fernando Santos, dado que é o 100.º ao serviço da equipa das quinas. O treinador recordou o jogo mais especial num tom bem-humorado.

"O mais especial? O primeiro. Nunca haveria 100 se não houvesse o primeiro. Esse foi o mais marcante de todos. Estar à frente da seleção do meu país... Cheguei ao estágio para ter contacto com os jogadores, ao contrário dos clubes é tudo muito rápido, não tens muito tempo para falar com os jogadores. Lembro-me mal do primeiro jogo, porque fez-me muita confusão, deve ser dos poucos jogos de que não tenho uma ideia clara. E, normalmente, tenho uma espécie de memória de elefante como dizem os meus jogadores, lembro-me de quase tudo. Só me lembro de não ter conseguido cantar o hino no início, mas, de resto, lembro-me pouco", começou por dizer.

PUB

Quanto ao adversário de quinta-feira, Fernando Santos espera uma República Checa a "defender de forma diferente" da Espanha e da Suíça, e não espera facilidades.

"A equipa da Chéquia é muito compacta, organizada, joga num espaço de 20/25 metros. Pega na bola na zona do meio-campo, sobe e desce sempre junta. Na zona central vai haver grande concentração de jogadores, é preciso ter paciência para encontrar os momentos certos e os espaços. É uma equipa que tem um processo muito simples a atacar, é forte nas transições e joga em ataque rápido. Não quer chegar com tantos jogadores. Tem sempre como objetivo a profundidade do jogo, e basta ver o jogo com a Espanha para perceber isso. Está muito rotinada nessa forma de jogar. Nós não mudamos a nossa filosofia, mas obviamente que cada adversário tem uma estratégia e nós temos de a conhecer para impormos a nossa lei", explicou.

Questionado sobre se Rafael Leão poderia ser um possível sucessor de Cristiano Ronaldo, Fernando Santos foi categórico: "Não jogam na mesma posição. Dificilmente alguém vai substituir Ronaldo em Portugal ou no Mundo. Rafael Leão tem de ser Rafael Leão. Está aqui porque merece estar aqui, e se está aqui com 21 ou 22 anos é porque é o futuro. A Seleção vai contar certamente com ele e com outros no futuro, naquilo que será a longevidade da equipa", concluiu.

O jogo entre Portugal e a República Checa está agendado para quinta-feira, pelas 19.45 horas, e será dirigido pelo esloveno Matej Jug. Depois de enfrentar os checos, novamente no Estádio José Alvalade, Portugal ruma a Genebra, onde irá jogar no domingo, naquele que será o segundo embate com a Suíça.

A fase final da Liga das Nações realiza-se de 14 a 18 de junho de 2023, entre os vencedores dos quatro grupos da Liga A, sendo que os últimos de cada um dos agrupamentos descem à Liga B. Portugal lidera o Grupo A2 em igualdade pontual com a República Checa, ambos com quatro pontos.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG