O Jogo ao Vivo

Futebol

Fórmula 11 dá gás à dimensão europeia do Braga

Fórmula 11 dá gás à dimensão europeia do Braga

A vitória na Ucrânia, por 2-1, frente ao Zorya, a contar para a Liga Europa, é também uma coincidência numérica. De Gaitán a Paulinho e muito mais.

O Braga continua muito bem embalado na Liga Europa, soma duas vitórias em outros tantos jogos, tem cinco golos marcados e um sofrido, mas o sucesso também se explica por uma coincidência numérica à volta do 11. Não por serem 11 contra 11 e no fim ganha o melhor. Mais do que isso. Na Ucrânia, frente ao Zorya, os minhotos fizeram o segundo golo ao minuto 11 graças a um monumental golo de Nico Gaitán, uma das estrelas da companhia do plantel às ordens de Carlos Carvalhal. O argentino não podia ter selado a estreia de forma tão bem vincada.

Mas há mais: ao 11.º jogo, o Braga conseguiu, ontem, o primeiro triunfo frente a adversários ucranianos e logo com o aperitivo de encaminhar a equipa para uma participação muito fulgurante na fase de grupos da Liga Europa, dando um claro sinal de que os 16 avos da competição são um objetivo concretizável.

Há ainda outras curiosidades. Paulinho, que inaugurou ontem o marcador, chegou aos 11 golos nas provas organizadas na UEFA, curiosamente o mesmo registo de Ricardo Horta, outro dos elementos do tridente ofensivo, ou a mesma marca de Alan, eterna figura do clube e que esteve presente na final da Liga Europa, em 2011, frente ao F. C. Porto.

A vitória frente ao Zorya foi por 2-1. Mas não pode passar ao lado do 11.

Outras Notícias