Futebol

Francisco J. Marques: "César Boaventura, obviamente, estava a trabalhar para o Benfica"

Francisco J. Marques: "César Boaventura, obviamente, estava a trabalhar para o Benfica"

O diretor de comunicação do F. C. Porto, Francisco J. Marques, abordou esta terça-feira a alegada tentativa de corrupção a Cássio e Lionn por parte de César Boaventura e pediu consequências.

"César Boaventura, obviamente, estava a trabalhar para o Benfica. Ele ter-se-á apresentado mandatado pelo Luís Filipe Vieira e terá chegado a fazer uma oferta de 250 mil euros para o Cássio aceder às pretensões dele, que eram facilitar a vitória do Benfica. Fica muito evidente que estamos perante casos de corrupção, tentativa de corrupção de índole desportiva", começou por dizer Francisco J. Marques no programa "Universo Porto da Bancada" desta terça-feira.

O diretor de comunicação do F. C. Porto considerou ainda o caso como "o maior escândalo do futebol português".

"Isto é uma adulteração massiva. Percorreu várias épocas, foi feita em benefício dos interesses do Benfica. Há um ano em que é o César Boaventura quem vai aliciar o Cássio e, noutro, é outra pessoa. Havia uma rede montada para aliciar jogadores de futebol, para perderem jogos com o Benfica. Já não falamos do jogo da mala - pagar para ganhar - que também é ilegal. Falamos em corromper agentes desportivos. É muito, muito grave e tem de vir tudo à tona e haver consequências. Liga? Não sei se a Liga já devia ter dito alguma coisa ou não. Mas soa estranho que haja silêncio perante isto. Aos adeptos de futebol, soa estranho. Depois de termos tido um jogador, sobre juramento, a dizer que houve tentativa de aliciamento, após notícias tão pormenorizadas... soa estranho".

Depois de recordar uma conversa telefónica entre Luís Filipe Vieira e César Boaventura, sobre uma alegada transferência de Rui Vitória, Francisco J. Marques considerou haver uma relação próxima entre o líder do Benfica e o agente desportivo.

"Esta conversa mostra, de facto, uma proximidade muito grande entre ambos [Luís Filipe Vieira e César Boaventura]. Mostra também que o Boaventura, nesta altura, ainda não estava muito bem preparado para negociar transferência de treinadores e de jogadores, porque esteve a receber uma aula de Luís Filipe Vieira. Terá também recebido uma aula para aliciar jogadores, ou já sabia? Parece que para negócios legais não estava muito bem preparado mas para o resto... não sei", concluiu.

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG