Futebol

Francisco J. Marques: "O F. C. Porto não tem nada a esconder"

Francisco J. Marques: "O F. C. Porto não tem nada a esconder"

No programa "Universo Porto da Bancada" desta quinta-feira-feira, o diretor de comunicação do F. C. Porto deu mais esclarecimentos acerca do processo de disciplina instaurado aos dragões por causa do jogo com o Estoril, na Amoreira.

"O inquérito é aberto na sequência de uma denúncia anónima que houve e, como dissemos na semana passada, não passa de uma infâmia. Como quem não deve não teme, hoje mesmo foi enviado ao DIAP (Departamento de Investigação e Ação Penal) uma exposição em que se juntaram 15 documentos e se fez o esclarecimento do que aconteceu. Importa relembrar que a notícia que deu origem a isto tudo dizia que, no dia anterior ao jogo, tinha havido uma reunião. Essa reunião não existiu. Não houve reunião alguma. Depois dizia que tinha sido feita uma transferência por o Estoril ter perdido o jogo", começou por explicar.

O diretor de comunicação do F. C. Porto acrescentou, ainda, que a 14 de fevereiro o F. C. Porto fez outros pagamentos a clubes e jogadores e que tudo foi esclarecido.

"Houve, de facto, uma transferência de 734 mil euros que se referia ao pagamento de dívidas que estavam vencidas. Explicámos porque foram pagas essas dívidas. Na altura, essa notícia falava de um talão de depósito - mas onde está? O F. C. Porto já mostrou a transferência. Hoje, seguiu o contrato de aquisição, empréstimo e cedência definitiva de Tozé, de Carlos Eduardo e de Licá. Todas as operações que evolvam as três operações seguiram. Seguiu toda a documentação e todas as entidades a quem o F.C. Porto pagou esse dia. Além do Estoril, o Feirense recebeu, o Watford recebeu, o Corinthians recebeu, o América do México e o Gente receberam. O Vítor Garcia e o Alberto Bueno receberam pelas rescisões de contrato. O F. C. Porto efetuou no dia 14 de fevereiro o pagamento de 3,9 milhões. Foi tudo enviado para o DIAP e para a Liga de Clubes. Mais transparência do que esta é impossível. O F. C. porto não tem nada a esconder. Esta denúncia anónima não passa de uma infâmia", garantiu.

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG