Sporting

Frederico Varandas entre ameaças e aplausos: "Hoje voto sim"

Frederico Varandas entre ameaças e aplausos: "Hoje voto sim"

O antigo diretor clínico do Sporting, um dos rivais de Bruno de Carvalho, afirmou este sábado que os sócios dos leões estão fartos "da cultura de ódio" que existe no clube de Alvalade.

"Estou aqui porque não houve eleições, porque Bruno de Carvalho não quis. Vou votar sim, porque é o sim que leva às eleições. Caso haja destituição, quero eleições, sem pressionar os órgãos sociais" afirmou Frederico Varandas à chegada ao Altice Arena, onde se realiza a Assembleia Geral do Sporting.

O antigo diretor clínico dos leões, que já se assumiu como candidato, considerou ainda que os sócios estão fartos do "clima de ódio".

"Sou democrata. Acredito nos sócios e o Sporting seguirá o caminho que os sócios quiserem. Os sportinguistas estão fartos desta fratura, deste discurso, desta cultura de ódio. Hoje, os sportinguistas têm o dever de colocar o Sporting no lugar. Mal haja destituição quero eleições. Espero que Bruno de Carvalho esteja presente para dar voz aos sócios que o defendem. Hoje, voto "sim" porque é o" sim" que leva às eleições. Os sportinguistas vão dizer de sua voz o que querem para o Sporting".

O médico chegou ao local acompanhado de outros sportinguistas e, à chegada foi aplaudido por vários adeptos, mas também ouviu insultos de alguns adeptos leoninos, que o chamaram "golpista".

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG