Sporting

Frederico Varandas insultado antes do início da assembleia-geral

Frederico Varandas insultado antes do início da assembleia-geral

O presidente do Sporting foi insultado e vaiado por meia dúzia de adeptos sportinguistas quando se preparava para entrar no Pavilhão João Rocha onde decorre, esta noite, a assembleia-geral do clube para apresentação do relatório e contas de 2018/19.

Já depois de ter sido contestado pelos adeptos nos dois últimos jogos da equipa leonina - com destaque para o que aconteceu em Vila das Aves, onde vários simpatizantes leoninos apresentaram tarjas com a "hastag" VarandasOut -, o líder sportinguista viveu, esta quinta-feira, uma situação idêntica.

O clube de Alvalade vai apresentar um lucro de 141 mil euros - a SAD deu um prejuízo de 7,8 milhões em 2018/19 - e, ontem, comunicou à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários ter fechado a reestruturação financeira.

Ainda assim, a contestação à direção liderada por Varandas continua, com o presidente a entrar no Pavilhão João Rocha na companhia de outros membros do Conselho Diretivo e do presidente da Mesa da Assembleia-Geral, Rogério Alves.

Assembleia mais concorrida do que habitual

A assembleia-geral começou às 20.30 horas, como estava marcada, e nessa altura já estavam acreditados 596 sócios leoninos, um número pouco habitual nas AG ordinárias do clube, que não costumam ter mais de duas a três centenas de pessoas.

O número ainda vai aumentar, uma vez que se encontram muitos sócios a entrar no pavilhão João Rocha.