Exclusivo

Futebol aumentou receitas em época de pandemia

Futebol aumentou receitas em época de pandemia

Dinheiros dos direitos televisivos e dos prémios da UEFA ajudam a explicar crescimento em ano de crise. As 34 SAD pagaram mais impostos ao Estado em 2020/21.

O futebol profissional português aumentou a contribuição para a riqueza portuguesa, o PIB, e pagou mais impostos na época de 2020/21, apesar das restrições da pandemia e dos estádios fechados. A Liga Portugal e as 34 Sociedades Desportivas "registaram, em conjunto, um volume de negócios de 792 milhões de euros na época 2020/21, o que se traduziu numa contribuição de cerca de 550 milhões de euros para o PIB", concluiu o 5.º Anuário do Futebol Profissional Português, produzido pela EY em parceria com a Liga. O volume de negócios representa um acréscimo de 11,3% face ao período pré-pandemia.

Em 2020/21, o futebol profissional aumentou em 2,5% as contribuições para o Estado, ao pagar 192 milhões de euros em IRS e Segurança Social, mais cinco milhões que no ano anterior.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG