09.01.2019

Desporto

Longe de África mas a todo o gás no Peru. As imagens do Rally Dakar

Longe de África mas a todo o gás no Peru. As imagens do Rally Dakar

O 41.º Rali Dakar realiza-se este ano no Peru. A prova arrancou na segunda-feira e contempla dez etapas. Duas delas em formato maratona, em que os pilotos não têm acesso à assistência. O espanhol Carlos Sainz e o francês Stéphane Peterhansel, nos carros, e a 'armada' KTM, nas motos, partem como principais favoritos à vitória.

Paulo Gonçalves (Honda), Joaquim Rodrigues Jr. (Hero) e Mário Patrão (KTM) concentram as principais esperanças portuguesas de conseguir um bom resultado no Rali Dakar.

Para além dos três oficiais, há outros destaques entre as caras nacionais. A começar pelo estreante António Maio (Yamaha), campeão nacional de todo-o-terreno, que há anos tentava montar um projeto para esta competição. O militar da GNR tem, juntamente com Mário Patrão, repartido o domínio do TT nacional nos últimos anos.

A eles juntam-se ainda o luso-alemão Sebastian Buhler (Yamaha), que também faz a sua estreia no Dakar, tal como Hugo Lopes (KTM) e Miguel Caetano (Yamaha). Já David Megre (KTM) e Fausto Mota (Yamaha) são repetentes.

Na categoria de SSV, que integrou a competição pela primeira vez em 2018, participam Miguel Jordão/Lourival Roldan (Can-Am Maverick) e o antigo campeão nacional TT em automóveis Ricardo Porém/Jorge Monteiro (Can-AM Maverick).

Nos carros, Pedro Mello Breyner regressa com um Alta Ruta 4x4 Peru, tendo a companhia de Bruno Martins/Rui Ferreira (Can-Am X3 UTV). Nesta categoria, nota ainda para o navegador Filipe Palmeiro, que acompanha o russo Boris Garafulic, num MINI da X-Raid.

Nos camiões, correm José Martins, num DAF, Paulo Fiúza (mecânico do espanhol Alberto Herrero, num MAN) e Armando Loureiro (navegador do francês Michel Boucou, em Iveco).