Liga Europa

Goleada do Inter ao Shakhtar Donetsk "permanecerá" na memória de Luís Castro

Goleada do Inter ao Shakhtar Donetsk "permanecerá" na memória de Luís Castro

O treinador português Luís Castro admitiu que a goleada 5-0 sofrida, esta segunda-feira, pelo Shakhtar Donetsk nas meias-finais da Liga Europa de futebol ante o Inter vai "permanecer" na sua memória, mas elogiou o percurso da equipa.

"Mentalmente é um dia difícil para nós. O Inter ganhou e não pudemos jogar o nosso futebol. Na primeira parte, tivemos uma oportunidade e, na segunda, tivemos outra, mas não as pudemos aproveitar", lamentou.

Golos do argentino Lautaro Martinez, aos 19 e 74 minutos, do italiano Danilo D´Ambrosio (64) e do belga Romelu Lukaku (78 e 84) construíram a goleada no jogo de Dusseldorf, Alemanha.

"Não conseguimos reagir depois dos golos e, no fim, o Inter goleou. O caminho na Liga Europa foi ótimo, mas esta derrota permanecerá em nossas mentes. Devemos dar os parabéns ao Inter", acrescentou.

Apesar da deceção, o técnico luso destacou o percurso dos seus pupilos na competição, recordando que não chegaram às meias-finais "por acaso".

"Não esqueceremos a derrota, mas também o caminho que percorremos, fizemos excelentes jogos. Devemos corrigir os erros e olhar para a frente", concluiu.

PUB

Antonio Conte, técnico do Inter, considerou que a sua equipa fez do adversário "uma equipa banal".

"Eles têm muita qualidade, mas mostrámos muita coragem e conseguimos travá-los com o plano certo. Foi uma exibição excelente e toda a gente merece crédito", concluiu.

A final da segunda competição europeia de clubes está marcada para sexta-feira, em Colónia, entre o Inter e o Sevilha, que no domingo venceu o Manchester United de Bruno Fernandes por 2-1.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG