Taça da Liga

Golo de Paulinho no último suspiro coloca Braga na final

Golo de Paulinho no último suspiro coloca Braga na final

Em cima do minuto 90, Paulinho marcou o golo que carimbou o passaporte do Braga para a final da Taça da Liga.

Paulinho foi o herói de uma partida que acabou numa grande confusão e com muitas expulsões à mistura.

A primeira ocorreu ainda antes do golo da vitória. Doumbia não voltou para a segunda parte. No lugar do médio, o treinador Jorge Silas lançou Bolasie, mas o extremo esteve em campo apenas 16 minutos, pois foi expulso, com vermelho direto. Num primeiro momento, o árbitro Nuno Almeida nem falta marcou, mas depois, alertado pelo VAR Artur Soares Dias, foi ver o lance e decidiu expulsar o jogador leonino.

O golo de Paulinho, numa altura em que o Sporting procurava levar a decisão para os penáltis, deixou os jogadores leoninos desesperados, conforme se percebeu na falta que Mathieu fez sobre Esgaio, sem bola, e que lhe valeu o vermelho direto.

Essa ação do central francês espoletou uma série de confrontos entre os jogadores das duas equipas e Nuno Almeida resolveu o assunto com as expulsões de Eduardo, do Braga, e Borja, do Sporting, dois jogadores que estavam no banco de suplentes das respetivas equipas. No seguimento dessa confusão, Galeno e Acuña viram cartões amarelos.

No meio de toda esta confusão, foram lançadas tochas para o relvado.