Investigação

Governo francês anuncia auditoria à federação de futebol

Governo francês anuncia auditoria à federação de futebol

O governo francês anunciou, esta sexta-feira, a realização de uma auditoria à Federação Francesa de Futebol (FFF), após a publicação pela revista "So Foot" de um artigo que denunciava várias irregularidades no organismo, que envolvem o presidente do organismo.

Em 8 de setembro, a revista denunciou, com base em depoimentos anónimos, o envio, via telemóvel, de mensagens de cariz sexual do presidente, Noël Le Graët, de 80 anos, a funcionárias da FFF.

A decisão de realizar uma auditoria de controlo foi tomada hoje após uma reunião entre a ministra do Desporto, Amélie Oudéa-Castera, Noël Le Graët, e a diretora-geral da FFF, Florence Hardouin.

PUB

"A ministra disse-lhes que a Inspeção Geral da Educação, Desporto e Investigação iria auditar a gestão da FFF e o cumprimento das obrigações que estão confiadas", indica um comunicado do Ministério do Desporto.

De acordo com o documento, Noël Le Graët "comprometeu-se a colaborar com a investigação, fornecendo todos os dados solicitados e relativos à sua gestão".

A ministra considerou essencial que "a FFF continue as suas atividades com absoluto respeito por todos os seus colaboradores, independentemente do seu nível hierárquico, e prevenir todas as formas de discriminação", refere o comunicado.

O artigo da revista "So Foot" acusou o presidente Noël Le Graët, que chegou à liderança da FFF em 2011, de enviar mensagens de cariz sexual a várias funcionárias, indicando que estas se sentiram "assediadas sexual e moralmente".

A FFF reagiu na quinta-feira, indicando, após uma reunião do comité executivo, a apresentação de "uma queixa por difamação" contra a revista "So Foot".

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG