Fórmula 1

Grande Prémio da Austrália cancelado

Grande Prémio da Austrália cancelado

A prova que devia marcar o arranque da temporada de 2020 do Grande Circo foi anulada, esta quinta-feira à noite, depois de um elemento da McLaren ter testado positivo ao Covid-19.

Depois de várias horas de incerteza, a Fórmula 1, a Federação Internacional do Automóvel e o organizador do Grande Prémio confirmaram o que muitos já esperavam. A corrida de Melbourne Park, bem como todas as provas de apoio à F1, foram canceladas, por causa do novo coronavírus.

A equipa inglesa McLaren já tinha anunciado que não iria participar no Grande Prémio da Austrália e o facto de a organização não ter cancelado de imediato todos os eventos chegou mesmo a motivar uma reação polémica do campeão do Mundo, Lewis Hamilton.

"Estou muito, muito surpreendido por estarmos aqui", começou por referir o piloto inglês na conferência de imprensa. "É muito bom ter corridas, mas é chocante estarmos aqui todos juntos nesta sala", acrescentou, referindo-se ao enorme número de pessoas presentes na sala de imprensa do circuito australiano.

"Ver [Donald] Trump [presidente dos EUA] a fechar as fronteiras, a NBA a suspender a competição e, ao mesmo tempo, a F1 continuar como se nada fosse é muito estranho, sobretudo quando estão tantos fãs lá fora", disse ainda Hamilton, concluindo: "O dinheiro é rei na Fórmula 1!".

O certo é que o GP da Austrália não se vai realizar, sabendo-se já que as provas no Vietname e na China foram adiadas e que a corrida do Bahrain será realizada à porta fechada.

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG