Liga dos Campões

Guardiola espera jogo difícil no Dragão: "F. C. Porto tem um grande espírito coletivo"

Guardiola espera jogo difícil no Dragão: "F. C. Porto tem um grande espírito coletivo"

O treinador do Manchester City, Pep Guardiola, classificou esta segunda-feira o F. C. Porto como uma "equipa vencedora" e disse esperar um "jogo muito complicado" com os campeões portugueses, na terça-feira, para a Liga dos Campeões de futebol.

"Estou à espera de um jogo difícil, o F. C. Porto tem grande espírito coletivo e uma equipa muito forte fisicamente. A par do Benfica, é das melhores equipas de Portugal. Eles têm uma mentalidade vencedora e isso torna-os muito perigosos", afirmou Guardiola na antevisão do encontro da quinta jornada do grupo C da Champions.

Com a equipa já apurada para os oitavos de final da competição, Guardiola garantiu que vai levar para o jogo no estádio do Dragão "os melhores jogadores" e assegurou que a equipa quer conseguir um resultado que lhe permita terminar no primeiro lugar do grupo.

O técnico espanhol lembrou que o encontro da primeira jornada da "poule" com os campeões portugueses, que a sua equipa venceu por 3-1, depois de ter estado a perder: "foi muito complicado" e admitiu esperar novas dificuldades.

"Eles jogam com cinco jogadores atrás, são muito bons nas transições e muito comprometidos a nível defensivo. Vivemos essa difícil experiência aqui, onde tivemos uma grande vitória, num jogo muito complicado. Não esperamos que seja diferente amanhã [terça-feira], independentemente de quem jogar", disse.

Com a equipa no 10.º lugar da liga inglesa, a seis pontos do líder, o Tottenham, orientado por José Mourinho, Guardiola, admitiu estar "satisfeito" por já ter garantida a presença na fase a eliminar da Champions, que nunca venceu ao serviço da equipa inglesa, mas disse querer fazer melhor na competição interna.

PUB

O guarda-redes Ederson, que se transferiu do Benfica para o City na temporada 2017/2018, também considerou que a deslocação ao estádio do Dragão "será difícil, como são todos os jogos da Liga dos Campeões", mas assegurou que a equipa quer dar "continuidade ao bom futebol" que tem vido a jogar.

Depois de no sábado o City ter goleado o Burnley por 5-0 para a liga inglesa, Ederson admitiu que os citizens não vão conseguir "sempre fazer quatro ou cinco golos por jogo", considerando que o importante "é a equipa estar bem e conseguir ganhar o jogo".

O guardião, que também passou pelo Rio Ave, classificou a visita ao Dragão como um jogo normal, contra um adversário normal que conhece bem.

"Vai ser um jogo normal, contra mais um adversário. Especial seria jogar contra o Benfica, um clube que me formou. Sei que é difícil jogar no Dragão e conheço bem a equipa do F. C. Porto, admito que sem adeptos possa ser um pouco mais difícil para eles", disse.

O F. C. Porto, segundo classificado do grupo C, recebe o líder e já qualificado Manchester City, bastando-lhe um empate para se apurar para os oitavos de final da Liga dos Campeões, independentemente do resultado do jogo entre Marselha e Olympiacos, equipas treinadas pelos portugueses André Villas-Boas e Pedro Martins, respetivamente.

O encontro, agendado para terça-feira, às 20 horas no Estádio do Dragão, no Porto, será arbitrado pelo holandês Björn Kuipers.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG