Desporto

Guarín lamenta "infelicidade" no primeiro golo

Guarín lamenta "infelicidade" no primeiro golo

O médio Guarín considerou "uma infelicidade" o seu mau atraso que resultou no golo de Messi, o primeiro golo do triunfo (2-0) do FC Barcelona na Supertaça Europeia frente ao FC Porto, no Mónaco.

"Pensei que estava lá o central. Foi um erro individual e estou triste porque isso desequilibrou o jogo. Entrámos com a cabeça alta, porque ganhámos a Liga Europa e tínhamos de ter essa postura. Pressionámos, tivemos a bola e a nossa garra também foi importante", disse.

Guarin esteve igualmente em destaque num penalti que diz ter sofrido: "É difícil dizer, mas acho que sim, acho que foi penalti. É o momento decisivo do jogo e as coisas podiam ter mudado".

"A equipa tem de levantar a cabeça. Queríamos mostrar a identidade do FC Porto, que é jogar bom futebol, e fizemos isto no início do jogo. Tivemos mais oportunidades até ao 1-0, que surgiu num erro nosso. E podíamos ter feito o empate naquele penalti não assinalado. Teria sido o 1-1 e, com 11 jogadores, o jogo seria diferente. Mas agora é passado, temos de levantar a cabeça e pensar nos próximos jogos", acrescentou Hulk.

Dani Alves resumiu o triunfo do FC Barcelona: "No final nós temos o Messi, eles não têm, e isso faz a diferença. Ele tem estado envolvido em todos os golos que fizemos este ano em jogos oficiais. Defrontámos uma grande equipa, mas o que fez a diferença é que nós temos o Messi e os outros não".

"Sabíamos que ia ser um jogo complicado. Estudámos muito bem o FC Porto, percebemos que era uma equipa muito trabalhada, bem organizada e que não iríamos ganhar comodamente, mas com muitas dificuldades. Por isso estou feliz porque ganhámos mais um troféu e perante uma grande equipa", acrescentou.

* Agência Lusa

Outras Notícias