Desporto

Higdon detido após vencer prémio de melhor futebolista na Escócia

Higdon detido após vencer prémio de melhor futebolista na Escócia

O avançado inglês Michael Higdon, dos escoceses do Motherwell, foi detido, esta segunda-feira, por suspeitas agressão, algumas horas depois de ter sido eleito o melhor futebolista do ano na Escócia pelos jogadores.

A detenção de Michael Higdon ocorreu na sequência de um incidente numa discoteca em Glasgow.

O avançado inglês, de 29 anos, recebeu o troféu de melhor futebolista de 2013 no Hotel Hilton, no domingo, superando Leigh Griffiths, do Hibernian, Andrew Shinnie, do Inverness, e Niall McGinn, do Aberdeen.

Um porta-voz da polícia escocesa deu conta da ocorrência: "Um homem, de 29 anos, é o sujeito de um relatório enviado ao procurador por ligação a alegadas agressões numa discoteca em Ingram Street, em Glasgow, às 01.25 horas de hoje".

Uma conferência de imprensa com Higdon, para a divulgação do prémio, que estava agendada para esta segunda-feira, foi cancelada através de um curto comunicado.

Higdon, que começou a sua carreira no Crewe, antes de alinhar por Falkirk e St. Mirren, marcou 27 golos esta época, ajudando o Motherwell a qualificar-se para a Liga Europa.

A ausência de qualquer jogador do campeão escocês dos nomeados para este galardão causou controvérsia, com o treinador do Celtic, Neil Lennon, a considerar a situação absurda.