Futebol

Holanda abre a porta às equipas mistas no futebol sénior

Holanda abre a porta às equipas mistas no futebol sénior

Elle Fokkema foi autorizada pela KNVB para se juntar ao VV Foarut, do quarto escalão, e será a primeira mulher a competir numa equipa masculina ao nível sénior.

Elle Fokkema tem 19 anos e está à beira de fazer história: se tudo correr normalmente, será a primeira mulher a jogar numa equipa masculina de futebol a nível sénior, depois de a Federação Holandesa (KNVB) ter dado permissão para ela fazer parte do plantel do VV Foarut na temporada 2020/21.

A notícia foi confirmada esta terça-feira e pode levar a mudanças de fundo quer no futebol feminino quer no futebol masculino, já que à custa deste caso a federação holandesa está a ponderar alterar os regulamentos e a permitir, em definitivo e permanentemente, que jogadoras sejam contratadas por clubes para integrarem as equipas masculinas até à primeira divisão. Para já, a medida está em vigor apenas para o futebol amador.

"Acreditamos que deve haver lugar para todos e para todas em todo o futebol", explicou Art Langeler, em declarações reproduzidas pela BBC. O dirigente federativo também adiantou que "todos os anos" tem recebido pedidos de clubes para integrarem jogadoras nos respetivos plantéis masculinos.

Dizer ainda que na Holanda as equipas mistas foram introduzidas em 1986, mas são válidas apenas até ao escalão de sub-19. Elle Fokkema será, por isso, a primeira mulher a figurar como exceção: quem sabe se daqui a uns tempos poderá ser a regra.

Outras Notícias