O Jogo ao Vivo

Futebol

Hulk nega vandalismo e exige retratação pública ao Goiás

Hulk nega vandalismo e exige retratação pública ao Goiás

O avançado brasileiro Hulk, que já passou pelo F. C. Porto, foi acusado de ter pontapeado a porta do balneário da equipa de arbitragem no estádio do Goiás, mas tanto o jogador como o seu clube, o Atlético Mineiro, negam a situação.

Garantindo não ter sido o autor daquele ato, Hulk decidiu remeter uma notificação extrajudicial a requerer a "retratação pública" ao Goiás. Segundo o Globo Esporte, o clube tem 24 horas para se pronunciar. Caso não o faça, o jogador deverá avançar para os tribunais.

Hulk já tinha utilizado as redes sociais para refutar qualquer comportamento violento no final do encontro. "Acusar alguém pelo que não fez é crime", disse, na altura.

PUB

O próprio Atlético Mineiro, clube onde alinha o internacional brasileiro, garante que o avançado não se encontrava naquela zona do estádio no momento em que tudo aconteceu.

O jogo entre Goiás e Atlético Mineiro, da 4.ª jornada do Brasileirão, terminou empatado a dois golos. Hulk abriu o marcador, aos 39 minutos, e viu um amarelo por protestos, aos 79 minutos, quando foi assinalada uma grande penalidade favorável ao adversário.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG