O Jogo ao Vivo

F. C. Porto

Iker Casillas faz um ano de retiro forçado

Iker Casillas faz um ano de retiro forçado

Decorrem esta sexta-feira exatamente 365 dias sobre o acidente cardíaco que prostrou Iker Casillas num treino do F. C. Porto. O guarda-redes caiu inanimado, vítima de enfarte do miocárdio. Salvou-se por estar em ambiente de trabalho e ter a pronta intervenção dos médicos do clube.

Passado o susto, superada a intervenção cirúrgica de melindre e ultrapassada a longa e rigorosa convalescença, o "portero" dos dragões antecipou a retirada dos relvados e revelou ainda mais toda a personalidade que distingue o cidadão, a quem "nuestros hermanos" chamam San Iker.

Se em Espanha o idolatram pelas medalhas, no Real Madrid e na "Roja" - três Champions, cinco ligas espanholas, um Mundial, dois Europeus, entre tantos outros títulos -, por cá, naquela manhã de 1 de maio de 2019, o acidente ocorrido no Centro de Treinos do Olival também revelou a dimensão humana do craque, medida na comoção da media internacional. Até na de cá, que pôde, finalmente, ao cabo de quatro anos, dar-se conta da grande estrela mundial que jogava em Portugal, pelo F. C. Porto.

PUB

Aos 38 anos (39 no próximo dia 20), Iker teve de pôr fim à carreira e de resgatar o essencial, a vida. A estrela dos estádios expôs, então, a personalidade que sempre marcou o castelhano de Madrid e cidadão do Mundo. E tripeiro de adoção, ao cabo de cinco anos de bons e leais serviços no clube do Dragão. E esta afinidade portista e portuense ficou bem vincada ainda recentemente, quando Iker, twittófilo militante, fez uma enésima declaração à Invicta. "O Porto é a cidade ideal para passar o confinamento", escreveu nas redes sociais.

A escolha deste Porto de abrigo revela ainda mais a forte ligação dos Casillas à cidade que os acolheu nos últimos cinco anos e que não foram só de felicidade. Além do enfarte de Iker, também a mulher do jogador, Sara Carbonero, teve de superar um cancro nos ovários, após duros tratamentos de quimioterapia. Um infortúnio pessoal a que todo o Porto também se solidarizou, agradecido, porque um só postal twittado pelos Casillas valeu por mil campanhas turísticas.

Neste entretanto, Iker anunciou a candidatura à presidência da Real Federação Espanhola de Futebol, o que pressupôs a retirada dos campos, nunca confirmada pelo próprio. O "portero" continua inscrito na Liga e, quem sabe?, ainda vai a tempo de jogar, um minuto que seja, para uma saída de cerimonial. É o sonho de Iker e também de toda a casa, mas que ninguém confessa.

A estreia "merengue"

Aos 18 anos estreou-se pelo Real Madrid. A lesão de Boldo Illgner apressou-lhe a entrada no mítico San Mamés, empatado (2-2) com o Atlético de Bilbau.

Maioridade na Champions

Paris, a 24 de maio de 2000. A três dias de fazer 19 anos, Iker torna-se no mais jovem guarda-redes de sempre a jogar a final da Liga dos Campeões (3-0 ao Valência).

Consagração mundial

Em 2010, aos 29 anos, Iker e a Espanha vencem o Campeonato do Mundo da África do Sul. Já tinha ganho o Euro 2008 e voltou a vencer no Euro 2012.

A glória nos Aliados

Em 2018, à terceira época no F. C. Porto, Iker festeja o título de campeão em Portugal. Nesse mesmo ano, ganhou mais um troféu pelos dragões, a Supertaça.

92 graus Kelvin: ascensão e queda de um craque

O golo de uma vida, o que ajoelhou Jesus e o Benfica, êxitos e muitas mais desditas da passagem de Kelvin pelo Dragão, recordadas nas redes sociais do clube. Em "F. C. Porto em casa", o brasileiro de 26 anos, relembrou os desatinos que lhe cortaram o futuro, como o episódio em que foi apanhado a guiar sem carta.

Brahimi com Porto no coração

O ex-jogador do F. C. Porto, que se mudou no último verão para o Qatar, doou 10 mil euros em bens alimentares ao "Coração da Cidade". "Lembrou-se de nós na melhor altura. Temos duas mil pessoas para alimentar", agradece La Salete Santos, da instituição de apoio social.

Lucho recorda o momento K

O perpétuo golo de Kelvin e a lembrança de Lucho: "Um dos mais belos. Por tudo o que representou e por ser contra o maior rival. Quando vejo o vídeo fico com pele de galinha, ao ver a festa dos adeptos e o Jesus ajoelhado. Foram muitas sensações num momento apenas".

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG