Futebol

Incidentes do Atlético de Madrid e Manchester City podem ser alvo de investigação pela UEFA

Incidentes do Atlético de Madrid e Manchester City podem ser alvo de investigação pela UEFA

Os incidentes entre jogadores do Atlético de Madrid e o Manchester City no final do encontro da segunda mão dos quartos de final da Liga dos Campeões que terminou com um nulo e garantiu a qualificação dos ingleses, deverá ser alvo de investigação por parte da UEFA, avançou esta quinta-feira o jornal britânico Daily Mail.

A confusão entre jogadores dos dois clubes começou ainda no relvado, após o apito final, mas estendeu-se para o túnel de acesso aos balneários do estádio Wanda Metropolitano, na capital espanhola.

Já perto do final, o central brasileiro Felipe fez falta sobre Phil Foden, que ficou estendido no campo, o que espoletou a confusão entre os futebolistas das duas equipas, com colchonero Savic a ser o mais exaltado.

No relvado ainda tentaram acalmar os ânimos, mas no caminho até aos balneários voltaram a reacender e foi necessária a intervenção da polícia para sanar a confusão, na qual Vrsaljko e Kyle Walker se evidenciaram pela negativa.

Face ao ocorrido, é mais do que provável que a UEFA abra uma investigação para punir os dois clubes pelo comportamento incorreto dos jogadores.

O Atlético de Madrid foi afastado da Champions fruto do empate sem golos, depois de ter perdido em Inglaterra, por 1-0.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG