Desporto

INEOS detalha lesões de Bernal e revela que ciclista foi submetido a duas operações

INEOS detalha lesões de Bernal e revela que ciclista foi submetido a duas operações

A INEOS detalhou hoje as lesões de Egan Bernal, indicando que, além dos vários traumatismos e fraturas, o ciclista sofreu uma perfuração de pulmão, estando a ser monitorizado nos cuidados intensivos onde "potenciais lesões secundárias" estão a ser tratadas.

"Depois do acidente no treino de ontem [segunda-feira], Egan permanece estável nos cuidados intensivos após duas cirurgias bem-sucedidas", indicou a formação britânica numa publicação nas redes sociais.

O ciclista colombiano sofreu "uma fratura vertebral", fraturas no fémur e rótula direitos e "um trauma torácico e uma perfuração de pulmão", além de ter partido "várias costelas" na queda.

"Os médicos conseguiram fixar a sua perna direita e estabilizar a fratura vertebral em duas cirurgias distintas durante a noite passada. Ele está agora nos cuidados intensivos, onde outras potenciais lesões secundárias estão a ser tratadas, assim como a resposta do seu corpo ao trauma", precisa a nota.

A equipa, que demorou 21 horas a atualizar o estado de saúde do seu corredor, conclui o comunicado com um agradecimento à equipa médica da Clínica Universidade de la Sabana, onde o ciclista está internado, e "a todos aqueles que enviaram mensagens de apoio ao Egan".

O vencedor do Tour2019 e do Giro2021 colidiu na segunda-feira com um autocarro enquanto treinava com outros colegas de equipa, que se encontravam a estagiar nos arredores de Bogotá.

PUB

A polícia local, citada pela agência EFE, detalhou que o ciclista chocou contra o veículo quando este se deteve "bruscamente" para deixar sair um passageiro.

Segundo as autoridades, Bernal, "que circulava no mesmo sentido e na mesma via [do autocarro], não viu a manobra feita pelo veículo, chocando com a traseira do mesmo".

Esta manhã, a Clínica Universidade de la Sabana já tinha revelado que o colombiano se encontrava a recuperar nos cuidados intensivos, depois de ter sido operado a vários traumatismos.

De acordo com o comunicado da unidade de saúde, a "intervenção neurocirúrgica" foi um "sucesso", e é expectável "uma evolução gradual nas próximas 72 horas nos cuidados intensivos".

A clínica refere ainda que foi efetuada uma cirurgia à coluna, "mantendo a integridade neurológica e preservando a funcionalidade dos segmentos afetados".

"Iremos prosseguir com reabilitação, de modo que se obtenha os melhores resultados possíveis com o paciente", acrescenta a nota.

Bernal, que este ano pretendia ser um dos líderes da INEOS na Volta a França, tinha previsto iniciar a temporada na Volta à Provença, agendada entre 10 e 13 de fevereiro, mas deverá enfrentar agora vários meses de paragem.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG