Automobilismo

Início da Fórmula 1 adiado para maio

Início da Fórmula 1 adiado para maio

A Federação Internacional do Automóvel (FIA) e a Fórmula 1 anunciaram, esta sexta-feira, que a época de 2020 só deverá começar em maio, após o adiamento dos Grandes Prémios da Austrália, Bahrain, Vietname e China devido à pandemia do novo coronavírus Covid-19.

"A evolução do Covid-19 forçou ao adiamento da etapa chinesa no mês passado. Na quinta-feira a corrida de abertura em Melbourne foi também cancelada, depois de um membro da equipa da Mclaren ter testado positivo ao vírus. Hoje, o Grande Prémio do Bahrain, que se iria realizar na próxima semana, e o primeiro Grande Prémio do Vietname, agendado para o início de abril, também foram adiados", referem as duas entidades em comunicado publicado na página oficial da Fórmula 1 na Internet.

Na declaração conjunta, da FIA e da Fórmula 1, com os organizadores das corridas e elementos dos governos envolvidos, avançam que essas decisões foram tomadas no sentido de "garantir a saúde e a segurança da equipas em viagem, participantes e fãs do campeonato, que continuam a ser a principal preocupação ".

Todas as partes acreditam que as corridas podem ser reagendadas para datas posteriores, consoante o impacto que a propagação do coronavírus terá e que a época poderá arrancar no final de maio.

"A Fórmula 1 e a FIA continuam a trabalhar em estreita colaboração com os promotores de corrida no Bahrain e no Vietname e as autoridades de saúde locais para monitorar a situação e levar o tempo necessário para estudar a viabilidade de possíveis datas alternativas para cada Grande Prêmio no final do ano, se a situação melhorar", acrescenta o comunicado.

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG