Exclusivo

Insegurança dispara taxa de abandono de jovens árbitros

Insegurança dispara taxa de abandono de jovens árbitros

Casos de violência e ameaças levam a que 40% dos jovens árbitros desistam da atividade logo no primeiro ano. Presidente da APAF culpa o "topo da pirâmide".

O clima de insegurança que se tem vivido no futebol português, nomeadamente, mas não só, nos escalões de formação, está a provocar um aumento da taxa de abandono dos jovens árbitros. Ao que o JN apurou, 40% dos juízes entre os 16 e os 18 anos desistem da atividade logo no primeiro ano em que a estão a desempenhar.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG