Futebol

Abel Ferreira: "Foi o quinto penálti contra nós frente aos grandes"

Abel Ferreira: "Foi o quinto penálti contra nós frente aos grandes"

Após a derrota frente ao Benfica, Abel Ferreira recusou comentar a arbitragem de Tiago Martins e salientou que, aos minhotos, faltou "coragem para segurar a bola".

"Fizemos uma primeira parte muito boa, conseguimos pressionar, empurrar o adversário para trás através de circulação dinâmica. Marcámos um golo, podíamos ter feito mais. Na segunda parte devíamos ter tido mais bola, sabíamos que o nosso adversário nos ia empurrar. Não gosto muito de falar disto, mas frente aos grandes foi o quinto penálti contra, mas faltou-nos ter bola para controlar investidas", começou por dizer o treinador do Braga, considerando ter faltado "coragem".

"Quisemos continuar com o mesmo caráter, coragem e identidade. Numa análise muito a frio, faltou-nos coragem para segurar a bola. O nosso rival baixou linhas, passou a jogar em transição, com critério, e foi esse o segredo. O Benfica teve dois penáltis e colocou-se à frente do resultado. Deixou os homens da frente prontinhos para sair e o terceiro golo matou a nossa vontade de ir atrás do resultado. A grande diferença teve a ver com a coragem para continuar a ter bola. Se repararmos, a astúcia, capacidade e maturidade de equipas que sabem controlar o jogo quando estão em vantagem é exatamente essa. O Benfica passou a jogar no nosso erro e conseguiu este resultado", concluiu.