Futebol

Adepto agredido por Neymar diz que ficou a sangrar

Adepto agredido por Neymar diz que ficou a sangrar

Após a derrota do PSG na final da Taça de França, Neymar agrediu um adepto com um soco depois de, alegadamente, ter sido insultado. À imprensa francesa, Nelson contou o que se passou.

A final da Taça de França ficou marcada pela agressão de Neymar a um adepto. O avançado brasileiro, que agora arrisca uma suspensão até oito jogos, respondeu a uma provocação - "aprende a jogar futebol", terá dito o homem - e agrediu-o com um soco. Após o sucedido, Neymar considerou que, apesar de errado, "ninguém tem sangue de barata".

Agora, Nelson, a vítima, contou à imprensa francesa a sua versão dos factos. O adepto garantiu que não insultou o jogador e que ficou a sangrar após o gesto de Neymar.

"Eu não o insultei, disse aos jogadores que não jogaram nada, disse ao Verrati, ao Buffon, não apenas ele, a toda a equipa. Estou chocado. A equipa de segurança do PSG procurou-me e disse-me que resolveriam a questão. Naquela altura estava a tremer, com um corte no lábio e a sangrar do nariz. Tinha pensado voltar para Nantes de carro, mas acho que vou passar a noite em Paris", disse, pouco depois do jogo.