Futebol

Paços de Ferreira ainda não decidiu se recorre de jogo à porta fechada

Foto Ivo Pereira/global Imagens

O Paços de Ferreira ainda não tomou a decisão de recorrer do castigo de um jogo à porta fechada decidido esta terça-feira pelo Conselho de Disciplina (CD) da Federação Portuguesa de Futebol, confirmou o seu canal oficial de comunicação.

"O clube tem cinco dias para recorrer e durante esse período de tempo tomará uma decisão", foi a resposta, por mensagem, avançada à agência Lusa pelo gabinete de comunicação do clube da Liga Pro.

O castigo conhecido esta terça-feira é extensivo ao Benfica e ao Braga e deve-se ao comportamento dos seus adeptos em jogos da temporada 2017/18.

Uma fonte do CD adiantou à Lusa que o castigo é passível de recurso para o Pleno do CD e, se for remetido pelos clubes punidos, terá efeito suspensivo da decisão. No entanto, caso não recorram, o castigo será executado já na próxima jornada.

Se a decisão do recurso for confirmada pelo Pleno do CD, Benfica, Paços Ferreira e Braga poderão ainda recorrer para o Tribunal Arbitral do Desporto, embora neste caso o recurso não tenha efeito suspensivo, a não ser que este seja pedido expressamente ou interposta uma providência cautelar, e uma delas seja deferida.

Relacionadas