Futebol

Rony Lopes dá vitória ao Mónaco frente ao Lyon

Rony Lopes deu a vitória ao Mónaco, reduzido a 10, frente ao Lyon

Foto Reuters/jean-pierre Amet

O futebolista português Rony Lopes marcou este domingo, aos 88 minutos, o golo da vitória do Mónaco na receção ao Lyon (3-2), na 24.ª jornada da liga francesa, e levou a equipa de Leonardo Jardim ao terceiro lugar.

Com a vitória no jogo grande da ronda 24, o Mónaco, campeão francês em título, ultrapassou o Lyon na tabela e é agora terceiro classificado, com 50 pontos, mais dois do que a formação de Bruno Genesio e menos um que o Marselha, com 12 pontos de distância para o líder Paris Saint-Germain.

Os forasteiros entraram melhor no jogo e marcaram duas vezes na primeira meia hora, primeiro pelo panamiano Mariano, aos 12 minutos, e depois por Traoré, aos 27, já depois do guarda-redes croata Subasic ter saído, lesionado, com Leonardo Jardim a apostar em Sy para a baliza dos monegascos.

A equipa do Principado, que contou com João Moutinho e Rony Lopes durante o jogo todo, reagiu aos 31, com um golo de Keita Baldé, cinco minutos antes do colombiano Falcao, ex-F. C. Porto, repor a igualdade, na recarga de uma grande penalidade que não conseguiu converter.

Aos 44, Baldé foi expulso, por acumulação de amarelos, e condicionou as ações de Jardim, mas o Mónaco não baixou os braços e pertenceram à equipa da casa as melhores ocasiões de golo do segundo tempo.

Aos 69, Rony Lopes tirou um defesa do caminho e rematou de fora da área, mas Anthony Lopes impediu o golo do compatriota com uma grande defesa, que repetiu a dose aos 73, perante Tielemans.

Aos 88, um erro defensivo deixou a bola nos pés de Lopes, que passou, de calcanhar, para o montenegrino Jovetic, em campo depois da lesão de Falcao, que a devolveu ao português, para bater o compatriota e decidir o jogo.

Antes, o Nantes saiu derrotado por 3-2 de casa do Caen, 11.º classificado, e está agora numa posição mais precária no quinto posto, agora com apenas três pontos de vantagem para o Montpellier, que no sábado venceu o Angers (2-1), e o Nice, que perdeu com o Toulouse (1-0).

Golos de Santini, de penálti aos 35, e dois de Damien da Silva, aos 52 e 80, deram a vitória à formação da casa, de nada valendo à equipa de Claudio Ranieri o bis de Bammou, aos 31 e 58.

No primeiro jogo do dia, o Guingamp, com Pedro Rebocho a titular, foi a casa do Rennes vencer por 1-0, com um golo de N'Gbakoto já nos descontos, num duelo de duas equipas do meio da tabela.