Futebol

Asneira de Maniche embalou triunfo do Vitória de Guimarães (2-3)

Asneira de Maniche embalou triunfo do Vitória de Guimarães (2-3)

O Vitória de Guimarães deu uma lição de personalidade e venceu o Sporting (2-3), em Alvalade, com dois golos de Targino e um de Bruno Teles, depois de ter estado a perder durante 77 minutos. O Vitória iguala assim o Benfica no segundo lugar, com 18 pontos.

Um acto ridículo e completamente escusado de Maniche, que foi expulso aos 72 minutos por agressão a Rui Miguel, ditou o principio do fim do Sporting que, até então, geria com qualidade a vantagem conseguida com um golo de Postiga aos 16 minutos e outro inexistente de Vukcevic, validado ainda assim por André Gralha, que já tinha substituído o lesionado Elmano Santos, aos 19 minutos.

A forma como os leões controlaram o jogo até à expulsão de Maniche não fazia prever o desfecho da noite, mas Maniche deu uma machadada fatal na equipa e Paulo Sérgio não soube depois contrariar o crescimento do Guimarães.

Targino, que regressou depois de ter estado ausente desde 30 de Janeiro por lesão, foi um verdadeiro diabo à solta e em apenas dois minutos esventreou o leão, com dois golos de fino recorte técnico, sendo a reviravolta consumada com um tento de Bruno Teles aos 88 minutos.

O Sporting estava completamente desnorteado e esse sentimento estendeu-se às bancadas do estádio, onde os 20 mil espectadores assobiaram e mostraram lenços brancos a Paulo Sérgio, que assim fica em muito maus lençóis.

Imobusiness