O Jogo ao Vivo

Taça da Liga

Aves vence Rio Ave e assume liderança do Grupo A

Aves vence Rio Ave e assume liderança do Grupo A

O Desportivo das Aves assumiu este sábado a liderança provisória do Grupo A da Taça da Liga, ao vencer por 3-0 em casa o Rio Ave, definitivamente afastado das meias-finais da competição, em encontro da segunda jornada.

Derley adiantou o Aves aos 36 minutos, Braga, aos 78, e Rodrigues, aos 88, anotaram os restantes golos da equipa e fixaram um resultado que deixou a formação avense na luta por uma vaga na 'final four' da prova e lhes permitiu ultrapassar o Benfica no comando do agrupamento.

O Aves passou a totalizar quatro pontos em dois jogos, mais um ponto do que o Benfica e mais três relativamente ao Paços de Ferreira, que têm menos um jogo realizado, enquanto o lanterna-vermelha Rio Ave, com duas derrotas em outras tantas partidas, já está afastado da fase seguinte.

O Aves foi a equipa que mostrou mais ambição, apostando sobretudo na velocidade pelas laterais e simplicidade de processos, e mereceu a vitória, mas os números foram algo exagerados para aquilo que o Rio Ave mostrou, podendo os vilacondenses queixar-se de algum infortúnio, nomeadamente nos remates aos 'ferros' de Furtado e de Bruno Moreira, aos 14 e 54 minutos, respetivamente.

Mama Baldé pela direita e Amilton na esquerda, apoiados por Derley, numa posição mais central, criaram muitos problemas para a reformulada defesa do Rio Ave, que nunca se entendeu com a velocidade daqueles jogadores e, penalizados por um meio campo algo macio, sofreu bastante no primeiro tempo.

Valeu ao Rio Ave, nesta fase inicial, o desacerto de Fariña na finalização, em lances aos dois e 11 minutos.

A resposta dos vilacondenses fez-se notar por Fábio Coentrão, agora numa posição de construtor de jogo, mas o jogo mais pausado e pensado do Rio Ave também podia ter dado frutos, quando Furtado acertou no 'ferro' e, logo a seguir, Tarantini, só com o guarda-redes pela frente, não conseguiu acertar na bola.

O sinal mais pertencia ao Aves, graças à rapidez na saída para o ataque. Mama Baldé e Derley, em duas ocasiões cada, e ainda Rodrigo criaram perigo para a baliza de Paulo Vítor, que se ia cotando como um dos melhores da sua equipa, mas que nada conseguiu fazer para evitar o cabeceamento certeiro de Derley, aos 36 minutos, em mais uma jogada pela direita.

O Rio Ave regressou para a segunda parte com mais vontade, Bruno Moreira podia ter empatado logo aos 54 minutos, mas acertou no 'ferro' da baliza hoje entregue a André Ferreira e o 'assalto' vila-condense esbarrou na reação de um Aves que conseguiu equilibrar o jogo e, também com alguma felicidade, acabaria por marcar mais dois golos através de jogadores que saíram do banco.

Braga anotou o segundo golo do Aves, de cabeça, aos 78 minutos, na recarga a um primeiro remate de Derley, e, dez minutos depois, Rodrigues, que tem alinhado pelos sub-23, fixou o resultado, com um potente remate de fora da área, após a rápida marcação de uma falta.

ver mais vídeos