Desporto

Benfica sagra-se bicampeão de basquetebol

Benfica sagra-se bicampeão de basquetebol

À segunda oportunidade foi de vez. O Benfica revalidou, ontem, o título de campeão nacional, ao derrotar o F. C. Porto, por 85-74, no pavilhão da Luz, na quinta partida da final do play-off do 2.º Campeonato da Liga Portuguesa de Basquetebol. É o 22.º título nacional do Benfica, o segundo seguidos depois de 13 anos de jejum.

Se a quarta partida, no Dragão Caixa, semeou algumas dúvidas - derrota por 90-58, a pior das três sofridas ao longo da temporada -, a equipa de Henrique Vieira rectificou a imagem com uma entrada fulgurante. E foi no primeiro período que os encarnados, liderados por Heshimu Evans, construíram sólida vantagem: dez pontos (28-18).

Um fosso que premiava o acerto geral benfiquista, em contraste com o desacerto portista na linha de lance livre - 58 % de aproveitamento no fim, contra 84 % das águias! O F. C. Porto melhorou nos segundo e terceiro períodos, mas o Benfica reagiu bem quando a aproximação parecia possível por parte dos dragões. Até que no quarto período, o agora bicampeão disparou no marcador, com um parcial de 7-0. Tudo se tornou ainda mais complicado para os portistas com a desqualificação de Julian Terrell, o melhor marcador da equipa (22 pontos), a 5.15 minutos do fim.

O Benfica soube gerir com maestria a vantagem e fazer a festa na Luz, depois de uma prova em cheio - 30 vitórias, em 33 jogos, até ao título.

"Apesar das adversidades ao longo da época acabámos por ser campeões. O título é o corolário do trabalho desenvolvido. Ganhámos a fase regular e no play-off só perdemos um jogo. Apesar do resultado do último jogo, tinha muita confiança nos jogadores e a jogar em casa, com este público, não podíamos perder", afirmou o técnico Henrique Vieira.

Benfica 85

F. C. Porto 74

Local: Pavilhão da Luz, em Lisboa

Árbitros: Fernando Rocha, Luís Lopes e Pedro Rocha.

Benfica: Miguel Minhava (6), Ben Reed (12), William Frisby (16), Heshimu Evans (23), João Santos (6)- cinco inicial -, António Tavares (10), Sérgio Ramos (2), Diogo Carreira (10) e Ekjersey Viana. Treinador: Henrique Vieira.

F. C. Porto: Jeremy Hunt (2), Julian Terrell (22), Gregory Stempin (19), Nuno Marçal (10) e Carlos Andrade (6) - cinco inicial -, Rui Mota (5), João Figueiredo (5), Jorge Coelho e Paulo Cunha (5). Treinador: Moncho López.

Por períodos: 28-18; 11-14; 17-18; 29-24.

ver mais vídeos