O Jogo ao Vivo

Mundial 2010

Britânicos vão proibir 3200 "hooligans" de ir ao Mundial

Britânicos vão proibir 3200 "hooligans" de ir ao Mundial

 

Londres, 26 Jan (Lusa) - O ministério britânico do Interior anunciou hoje que vai proibir 3200 "hooligans" de viajarem para África do Sul durante o Mundial de futebol de 2010 (11 de Junho a 11 de Julho).

Um porta-voz do ministério do interior explicou que se revelaram "particularmente eficazes" as proibições de adeptos, conhecidos pela actuação violenta, se deslocarem a jogos de futebol.

Os "hooligans" deverão entregar os seus passaportes às autoridades britânicas durante o período de realização do Mundial2010.

Depois do Mundial de 1998 e do Europeu de 2000, marcados por incidentes violentos implicando adeptos britânicos, as autoridades do Reino Unido reforçaram as medidas de prevenção.

Desde 2000, com a adopção de uma estratégia de luta contra a violência e uma legislação muito dura, "não houve nenhum facto significativo de violência à margem dos jogos de Inglaterra ou em grandes torneios", afirmou o porta-voz ministerial.

A mesma fonte indicou que a polícia inglesa vai inquirir os adeptos à partida e interceptar qualquer um que represente um risco de violência ou de sarilhos e indicou que as autoridades britânicas vão cooperar estreitamente com as sul-africanas.

Durante a temporada 2008/2009 foram interpeladas 3.752 pessoas por factos de "hooliganismo" na Inglaterra e no País de Gales, uma ligeira baixa de dois por cento face a período homólogo.

ver mais vídeos