Sporting

Bruno de Carvalho suspenso por um ano e Carlos Vieira por dez meses

Bruno de Carvalho suspenso por um ano e Carlos Vieira por dez meses

O processo disciplinar em curso desde o dia 13 de junho sobre Bruno de Carvalho, ex-presidente do Sporting, e Carlos Vieira, ex-vice-presidente, e restante Conselho Diretivo destituído na assembleia geral (AG) de dia 23 de junho, vai conhecer, na quinta-feira, a decisão da Comissão de Fiscalização, apurou o JN junto de fonte próxima.

O castigo será de um ano para o antigo líder e dez meses para os restantes elementos, excetuando Luís Roque, que escapa com uma repreensão registada, apurou o nosso jornal junto de fonte próxima do processo.

A decisão, sabe o JN, será anunciada publicamente ainda hoje, e a suspensão impedirá Bruno de Carvalho e Carlos Vieira de se apresentarem a votos nas eleições do próximo dia 8 de setembro, embora ambos estejam a fazer campanha há algum tempo, encabeçando listas diferentes.

As notificações da suspensão deverão ser entregues ainda hoje aos acusados, mas também podem chegar amanhã, sexta-feira, ao longo do dia. Os outros membros do Conselho Diretivo destituído que serão castigados são: Alexandre Godinho (que integra a nova proto-lista de Bruno de Carvalho) e Rui Caeiro, José Quintela, Luís Roque e Luís Gestas (que permaneceram ao lado de Carlos Vieira na putativa candidatura).