Premium

Ciclista do F. C. Porto desafia a morte todos os dias nos treinos

Ciclista do F. C. Porto desafia a morte todos os dias nos treinos

Samuel Caldeira pratica desde pequeno na EN125 com a sua bicicleta e dá conta de todos os perigos da estrada.

Samuel Caldeira, 33 anos, ciclista profissional da W52-FC Porto, é um dos que todos os dias correm riscos sérios na EN125, devido ao mau estado do piso e à incúria de alguns automobilistas. Natural e residente em Vila Nova de Cacela, Vila Real de Santo António, treina neste cenário desde os 14 anos e não tem dúvidas: "Pedalar aqui é um desafio diário".

O ciclista dos Dragões salienta o facto de não haver bermas como um dos principais problemas. "Entre Cacela e a Aldeia Nova é um perigo. Treino ali todos os dias e desde criança que assisto à degradação da via", adianta, acrescentando que, mesmo com a recente recuperação de parte do asfalto, "não há mais segurança".