Desporto

Ciclista Rui Costa supera Cristiano Ronaldo na eleição de atleta do ano

Ciclista Rui Costa supera Cristiano Ronaldo na eleição de atleta do ano

O campeão do Mundo de ciclismo de estrada, Rui Costa, foi eleito, pela segunda vez consecutiva, o Atleta Masculino do ano pela Confederação do Desporto de Portugal, que homenageou ainda a sua primeira direção, de 1993.

O ciclista português, que ainda na quinta-feira recebeu o diploma de Sócio de Mérito da Federação Portuguesa de Ciclismo (UVP-FPC), bateu assim a concorrência de Cristiano Ronaldo (Futebol), Fernando Pimenta (Canoagem), Emanuel Silva (Canoagem) e João Sousa (Ténis).

"Qualquer um dos nomeados poderia ter sido o vencedor já que se esforçaram tanto como eu durante toda a época, mas fui eu o sortudo e estou feliz. Todos os atletas fazem muito por Portugal e, tanto eu, como eles, vamos continuar a dar o nosso melhor pelo nosso país e que no próximo ano seja igual", afirmou Rui Costa, na 18.ª Gala do Desporto, que se realizou na quinta-feira à noite no Casino do Estoril.

Rui Costa, de 27 anos, primeiro português a sagrar-se campeão do Mundo de ciclismo, a 29 de setembro, em Florença, Itália, tinha a concorrência do futebolista Cristiano Ronaldo, do tenista João Sousa e dos canoístas Emanuel Silva e Fernando Pimenta.

Em 2013, o corredor da Póvoa de Varzim, que vai trocar a Movistar pela Lampre em 2014, venceu também duas etapas na Volta a França e ganhou a Volta à Suíça pelo segundo ano consecutivo.

O Mérito Desportivo-Alto Prestígio, a mais alta distinção da Gala da Confederação do Desporto de Portugal, recaiu sobre Luís Santos (Presidente), José Viegas (Conselho Fiscal) e Paulo Gama (Conselho de Justiça), da primeira direção, de 1993, da CDP.

A votação, que compreendeu as escolhas do público, por via eletrónica, e de todos os presentes na gala, elegeu Sara Moreira, campeã da Europa de 3000 metros de pista coberta como Atleta Feminina do ano, ao somar mais votos do que Joana Vasconcelos (Canoagem), Maria Fernandes (Desporto para Pessoas com Deficiência), Telma Monteiro (Judo) e Fu Yu (Ténis de mesa).

A revelação que mereceu a distinção na categoria de Jovem Promessa foi Diana Torres (Desporto para Pessoas com Deficiência) que "derrotou" Diogo Lopes (Canoagem), Bruma (Futebol), Teresa Bonvalot (Surf) e Frederico Silva (Ténis).

Entre os treinadores, a escolha recaiu sobre o selecionado de ciclismo, José Poeira. Nomeados estavam também Ryszard Hoppe (Canoagem), José Pereira (Desporto para Pessoas com Deficiência), Pedro Felner (Ténis) e Álvaro Marinho (Vela).

O prémio de Equipa do ano foi para a dupla de canoagem Emanuel Silva e João Ribeiro, que se sagrou campeã do Mundo de K2 500, escolhidos em detrimento da equipa de atletismo do Benfica, da seleção nacional de Corfebol, da seleção nacional de futebol sub-19 e do par misto de Ginástica Acrobática.

ver mais vídeos