Futebol

Conceição assume culpa e diz que não será "um problema no F. C. Porto"

Conceição assume culpa e diz que não será "um problema no F. C. Porto"

No rescaldo da derrota com o Krasnodar, que ditou o adeus do F. C. Porto à Liga dos Campeões, Sérgio Conceição assumiu a culpa pelo resultado e considerou que a Liga Europa não é o lugar do clube azul e branco.

"É ingrato e cruel sofrer um golo aos dois minutos. Os jogadores reagiram de forma fantástica, fizeram uma segunda parte acima da média, no acreditar, no crer, com pouco discernimento mas com convicção de que podíamos dar a volta a uma primeira parte muito ingrata", começou por dizer Sérgio Conceição. O treinador dos azuis e brancos assumiu ainda a culpa pelo resultado e garantiu que "nunca será um problema" para o F. C. Porto.

"Há sintonia total. O presidente sabe que está à vontade comigo. Cheguei aqui quando o Porto não ganhava há quatro anos. Fomos campeões, ganhámos a Supertaça, chegámos às finais da Taça e da Taça da Liga, oitavos da Champions no primeiro ano, quartos no segundo. Nós, grupo de trabalho e equipa técnica, algum jogador que possa sair... é um discurso que podemos ter. Eu nunca serei um problema do F. C. Porto. Gosto demais do F. C. Porto para ser um problema. Perdemos por erros meus, os meus jogadores deram uma resposta fantástica. Estu aqui com toda a força do mundo. Isto depende daquilo que o presidente quer para a equipa. Compreendemos a tristeza e desilusão dos adeptos, é a mesma que a nossa. A Liga Europa não é o nosso lugar", concluiu.

O F. C. Porto perdeu (2-3) esta terça-feira frente ao Krasnodar, na segunda mão da 3.ª pré-eliminatória da Liga dos Campeões e disse adeus à liga milionária.