Violência

Conselho Superior do Desporto quer acabar com os "ultras" em Espanha

Conselho Superior do Desporto quer acabar com os "ultras" em Espanha

O Conselho Superior do Desporto anunciou uma reunião, para quinta-feira, com a Federação Espanhola de Futebol e Liga para debater a possibilidade de acabar com os grupos de adeptos mais radicais, conhecidos por "ultras".

Além da proibição da entrada nos recintos dos "ultras", será também analisada a hipótese de fechar algumas bancadas durante os jogos de futebol, bem como a necessidade de tomar medidas contra a violência verbal.

"Vamos elaborar uma lista de grupos 'ultras' para decidir se os vamos expulsar dos nossos estádios e estabelecer um prazo para acabar com eles, da mesma forma que se está a pôr fim a outros problemas", disse o presidente do Conselho Superior do Desporto, Miguel Cardenal.

O anúncio da reunião surge um dia depois dos violentos confrontos entre adeptos do Atlético de Madrid e do Deportivo da Corunha, que provocaram um morto e mais de uma dezena de feridos, antes do jogo da 13.ª jornada do campeonato espanhol, que a equipa da capital venceu por 2-0.

ver mais vídeos