EUA

Conto de fadas no ténis. Adolescente convidada levou a taça em Indian Wells

Conto de fadas no ténis. Adolescente convidada levou a taça em Indian Wells

Bianca Andreescu entrou, este domingo, para a história do ténis mundial. A adolescente canadiana chegou ao torneio de ténis de Indian Wells com um "wildcard" (convite) mas não foi de cerimónias e levou a taça para casa, ao bater, na final, a alemã Angelique Kerber.

Aos 18 anos, Bianca conquistou o maior título da carreira, ao bater Kerber por 6-4, 3-6 e 6-4, na final do BNP Paribas Indian Wells. A tenista canadiana tornou-se o primeiro "wildcard" a vencer aquele prestigiado torneio californiano, nas 44 edições que leva esta prova a contar para o Master 1000 de ténis.

O cheque de 1,35 milhões de dólares (aproximadamente 1,2 milhões de euros) também "destoa" na carreira de Bianca, que até agora, em toda a carreira, tinha arrecadado "apenas" 350 mil dólares (cerca de 308 mil euros). Com este triunfo, a soma subiu para 1,7 milhões de dólares (1,5 milhões de euros).

Com um ténis muito ofensivo e respostas variadas e imprevisíveis ao jogo das adversárias, Bianca conquistou o público presente em Indian Wells e fez desse apoio força para levar de vencida adversárias como Garbine Muguruza e Elina Svitolina, para chegar à final e bater a oitava cabeça de série da prova, Angelique Kerber, que tem no currículo três vitórias em provas do Grand Slam.

Bianca Andreescu teve uma semana de sonho, cedendo apenas três "sets" em sete encontros, e tornou-se a mais jovem campeã de sempre num torneio da categoria Premier Mandatory (mais alta do circuito WTA, apenas abaixo dos torneios do "Grand Slam"), que foi criada em 2009.

Desde 1999 que Indian Wells, quando a norte-americana Serena Williams conquistou o título, não via uma campeã tão jovem, sendo que a canadiana é a quarta mais jovem vencedora no deserto californiano, apenas atrás de Serena, Martina Hingis e Monica Seles.

Com este triunfo, Bianca, que era 152.ª no início da época, deve subir mais de 30 posições no "ranking" WTA, do atual 60.º posto, para o top 30.