Hóquei em Patins

Dragão Caixa interditado durante três jogos

Dragão Caixa interditado durante três jogos

O Conselho de Disciplina da Federação de Patinagem de Portugal (FPP) aplicou à equipa de hóquei em patins do F. C. Porto um castigo de três jogos de interdição no Dragão Caixa, mais uma multa de 1160 euros.

Em causa estão os acontecimentos registados no recinto azul e branco, a 16 de março, no duelo entre F. C. Porto e Sporting em hóquei em patins, que terminou com a vitória da equipa orientada por Guillem Cabestany por 3-1.

Os leões apresentaram uma denúncia de agressões a Miguel Albuquerque, diretor geral das modalidades do clube de Alvalade, e à esposa, factos que o Conselho de Disciplina da FPP entende terem existido, punindo, por isso, o F. C. Porto.

Até ao final do campeonato, os dragões têm mais dois jogos em casa, frente a Riba D'Ave e Turquel, pelo que o terceiro jogo de suspensão terá que ser cumprido na próxima temporada. No entanto, refira-se que os azuis e brancos têm o direito de apresentar uma providência cautelar ao Tribunal Arbitral do Desporto com efeitos suspensivos.

Nota ainda para o facto de o Sporting ter referido na denúncia agressões de jogadores do F. C. Porto durante o jogo. Contudo, o Conselho de Disciplina entende que os verdes e brancos não têm razão na queixa apresentada.