taça de portugal sorteio dos quartos-de-final determinou clássico f. c. porto-sporting

Dragão não aceita antecipação

Dragão não aceita antecipação

O sorteio dos quartos-de-final da Taça de Portugal determinou a realização de mais um clássico: F. C. Porto-Sporting. Dragões e leões voltam a cruzar-se pelo terceiro ano consecutivo na prova. Os leões pediram a antecipação do jogo, mas os portistas não aceitam.

Os quartos-de-final estavam marcados para 3 de Fevereiro - quarta-feira -, mas o Sporting solicitou, ainda antes do sorteio, à Federação Portuguesa de Futebol (FPF), a antecipação do seu jogo para o dia 2. Os leões justificaram o pedido com a participação na Liga Europa, onde voltam a competir a 16 de Fevereiro (!), visitando o Everton, em Liverpool.

Os dragões não concordam com a alteração e disso vão dar conta à FPF. O F. C. Porto pretende manter a data porque joga no dia 30 na Madeira, frente ao Nacional. Com a antecipação, Jesualdo Ferreira ficaria com três dias para preparar o encontro da Taça, contra quatro dos leões, que visitam o Braga no dia 29, na abertura da 18.ª jornada da Liga.

Pelo terceiro ano consecutivo F. C. Porto e Sporting vão cruzar-se na Taça de Portugal, naquele que será o 36.º jogo entre ambos na competição. Os dragões somam mais uma vitória (12 contra 11), havendo a registar 12 empates.

Se há duas épocas portistas e sportinguistas marcaram encontro apenas na final - ganha pelo Sporting (2-0), após prolongamento -, na última edição o frente a frente aconteceu logo à 4.ª eliminatória, a primeira com equipas da Liga, em Alvalade. Passou o F. C. Porto, que se impôs no desempate por penáltis (5-4), após o prolongamento não ter desfeito a igualdade a um golo.

Braga recebe o Rio Ave

Além do F. C. Porto-Sporting, o sorteio determinou outro confronto entre equipas da Liga, com o Braga a receber o Rio Ave. O Paços de Ferreira, finalista vencido da última edição, vai receber o Chaves, da Liga de Honra. Já a Naval 1.º de Maio visita o Pinhalnovense, o último representante do Nacional da 2.ª Divisão.

Imobusiness