Futebol

F. C. Porto pede reuniões urgentes com presidentes do FPF e Conselho de Arbitragem

F. C. Porto pede reuniões urgentes com presidentes do FPF e Conselho de Arbitragem

O F. C. Porto quer reunir urgentemente com os presidentes da Federação Portuguesa de Futebol e do Conselho de Arbitragem para analisar aquilo que considera terem sido "erros crassos" durante o Rio Ave - F. C. Porto e S. C. Braga - Benfica.

Segundo o emblema azul e branco, as alegadas falhas das equipas de arbitragem "colocam em causa a verdade desportiva desta edição da Liga NOS e a bem intencionada introdução do VAR".

"O F. C Porto recorda os cinco erros gravíssimos de árbitros e VAR que inverteram a atual classificação do campeonato: um penálti por assinalar contra o Benfica; um penálti assinalado indevidamente contra o Sporting de Braga; uma expulsão perdoada ao jogador João Félix; um penálti por derrube a Marega; um penálti por corte com a mão de Rúben Semedo", lê-se em comunicado publicado esta segunda-feira de manhã no site do clube.

O confronto entre o Rio Ave e o F. C. Porto, na sexta-feira, terminou com um empate a duas bolas. Os dragões ficam assim dois pontos atrás do Benfica, depois de as águias terem vencido o S. C. Braga por 4-1, no domingo.